Company Logo


Sexta, 22 Maio 2015 16:04

Deputado Davi Zaia declara seu apoio às cooperativas

Avalie este item
(0 votos)
Membros do Movimento Força Cooperativista em encontro com o Dep. Davi Zaia (ao centro) Membros do Movimento Força Cooperativista em encontro com o Dep. Davi Zaia (ao centro)

Em entrevista realizada em 13 de maio na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o deputado estadual Davi Zaia, do PPS, que faz parte da Frente Parlamentar do Cooperativismo Paulista (Frencoop-SP), declarou seu apoio à causa das cooperativas de transporte específico e ainda reforçou a importância que o Movimento Força Cooperativista exerce ao representar essa modalidade de trabalho. Leia a seguir:

MFC Quais as metas da Frencoop para 2015?

Davi Zaia – A nossa meta principal é o fortalecimento do Cooperativismo. Esse é ponto de atenção permanente do nosso trabalho. A experiência tem nos mostrado que não podemos baixar a guarda, pois sempre surgem novas complicações envolvendo as cooperativas.

 

MFC – Qual a missão da Frencoop?

Por um lado, o trabalho da Frencoop é voltado para a legislação e o que nós, eventualmente, podemos melhorar na legislação, incluindo decretos e normas, que possam auxiliar o Cooperativismo, motivando e incentivando esse sistema de trabalho no Estado. Do outro lado, a própria ação política, proporcionando um espaço para a atuação e articulação política do setor do Cooperativismo.

 

MFC - Qual a sua posição em relação ao veto às cooperativas no Município de São Paulo?

Acredito que é um grande equívoco essa proibição das cooperativas, que têm um papel importante para as pessoas e para a sociedade.  Essa é uma oportunidade de renda e de trabalho para muitas famílias, além de ajudar a administração pública a cumprir inúmeras tarefas para as quais não há efetivo. 

 

MFC - Em sua opinião, quais fatores dificultam a participação de cooperativas em licitações públicas?

Há muitos interesses conflitantes: de um lado, as empresas privadas que têm total interesse em manter uma reserva de mercado. Do outro lado, o poder público lida com a legislação e uma série de regulamentações e, muitas vezes, criam algumas dificuldades legais. Por isso, existe a Frencoop-SP para minimizar esses impactos.

 

MFC - Qual a atual situação das cooperativas com o governo estadual?

No Estado, nós já concluímos uma luta importante, que foi mudar aquele projeto que, originalmente proibia a participação das cooperativas em licitações públicas estaduais. Hoje, esse decreto (referindo-se ao Decreto nº 57.159) permite que as cooperativas participem. Mas, isso não significa que a situação está 100% resolvida. Precisamos continuar acompanhando esse caso, mas já temos um marco regulatório melhor. Nosso dever é fazer essa questão ser consolidada.

 

MFC – Qual a função social das cooperativas?

É fundamental a existência de cooperativas. Elas têm a possibilidade de oferecer condições de trabalho e de renda para uma infinidade de pessoas, que encontram nessa forma de atividade econômica a possibilidade de realizar os seus negócios. Muitas vezes, as pessoas precisam de uma condição de trabalho mais flexível do que o emprego direto. Por exemplo, as mães que precisam trabalhar meio período encontram essa oportunidade nas cooperativas.

 

MFC - Qual a importância das cooperativas para a economia?

As cooperativas são extremamente importantes para a sociedade e, por outro lado, também são interessantes para outros segmentos econômicos que precisam dessa prestação de serviço. Esse processo é bom para toda a economia das cadeias produtivas que envolvem as cooperativas.

 

MFC - Qual a vantagem do sistema cooperativista para os associados?

O Cooperativismo permite que as pessoas se associem igualmente, sem que alguém tenha um lucro sobre o outro. Uma alternativa para o sistema de trabalho flexível é a terceirização pura e simples. Esse sistema também tem as suas justificativas, mas nesse contexto, sempre existe algum empresário obtendo lucro com essa atividade. E isso não acontece nas cooperativas. Nesse caso, os cooperados participam de uma determinada atividade e, se ao final do ano resultar em alguma sobra financeira, esse valor é distribuído de forma igualitária entre todos os associados. Isso é o Cooperativismo.

 

A importância do Movimento Força Cooperativista

Ainda durante a entrevista, o deputado Davi Zaia falou sobre a importância do trabalho do Movimento Força Cooperativista, que exerce um papel essencial na rotina das cooperativas, conferindo mais seriedade e comprometimento ao sistema cooperativista. Confira.

“Eu acredito que a vantagem do Movimento Força Cooperativista é o fato de estar muito ligado à base, com uma relação muito próxima com quem lidera as cooperativas. O Movimento está presente na rotina das cooperativas e muito atuante na representação dessas associações. Vale destacar que o Movimento tem realizado um papel fundamental ao reagir rapidamente aos problemas que têm ocorrido com as cooperativas, na busca das soluções mais efetivas e de uma parceria honesta e dentro da legalidade com o poder público, tanto na esfera municipal quando estadual. A presença do MFC também tem facilitado o trabalhado dos parlamentares que apoiam o Cooperativismo, uma vez que o diálogo com as cooperativas de transporte específico está centralizado com o Movimento. Isso gera mais confiança e credibilidade no discurso, além de mobilizar as lideranças que representam os cooperados.”

 

Fonte: Comunica - Assessoria em Comunicação

Ler 2540 vezes Última modificação em Sexta, 22 Maio 2015 16:15

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.




Movimento Força Cooperativista 2012 (C) Todos os direitos Reservados.